sábado, 19 de julho de 2014

CONVERSAS PRIVADAS EM NEVERLAND COM MICHAEL JACKSON (16)


Marcel Avram

''Uma tarde eu fui à casa de Michael e eu fui levado para o seu quarto, enquanto ele estava no telefone. Pouco depois da minha chegada ele desligou e parecia estar irritado. Eu acho que eu estava conversando com um de seus advogados [uma vez me disse que ele havia contratado 15 de uma só vez].

Perguntei se estava tudo ok e disse: "Na verdade estão me processando. Um gerente da última turnê chamado Marcel Avram. Ele foi preso na Alemanha por problemas de impostos quando estava em turnê e eu tive que contratar outro gerente.

Agora Marcel pede 10 milhões de dólares. Você sabe, não está certo. Eu mesmo fui até o Chanceler da Alemanha naquela época, para me certificar que ele iria sair da prisão em breve. Agora o cara exige 10 milhões de dólares, que ele diz que é o que teria ganho se não tivesse sido substituído."

Sua voz quebrou um pouco como se a lamentar e balançou a cabeça ligeiramente, de lado a lado.

Um ano depois, perguntado sobre o que tinha acontecido, ele disse que acabou pagando. Não lhe perguntei quanto, apenas disse que sentia por ele.

Recentemente, deparei com um casal da Alemanha que eram fãs de Michael Jackson e lhes falei um pouco sobre a minha amizade com ele. Lhes perguntei sobre essa pessoa. Naquela época, eu não me lembrava do seu nome, mas eles disseram: "Sim, era Marcel Avram."

Lhe havia pago $ 10 milhões de dólares. Acrescentaram que Michael e Marcel se reconciliaram e se tornaram amigos de novo antes da passagem de Michael.''


VOLTAR PARA:

Nenhum comentário:

Postar um comentário