sábado, 9 de fevereiro de 2013

LIVRO MICHAEL JACKSON IN SEARCH OF NEVERLAND: UMA INCRÍVEL JORNADA COMEÇA

Algum tempo depois deste episódio de generosidade tocando Michael para esta família, ele me chamou e me contou que queria um lugar próprio. Disse-me que se lembrava de uma carta que eu tinha anteriormente escrito a ele oferecendo meus serviços como uma corretora de imóveis que se especializou em vendas de ranchos.

Michael estava em ensaios, preparando-se para ir na Bad World Tour, que era para ser sua primeira turnê solo, quando nós começamos a procura por Neverland. Ele era, então, um homem de 27 anos que nunca tinha atualmente vivido em seu próprio lugar; ele estava ainda em Encino com seus pais e três de seus irmãos: Janet, La Toya e Randy.  Ele tinha vivido debaixo das asas de seus pais toda a sua vida, mesmo enquanto realizando turnês e performando como parte do Jackson 5, e realmente nunca teve seu próprio lugar.

Michael sempre havia desejado um lugar ideal, onde ele pudesse trabalhar e ser ele mesmo e não tivesse que estar nos braços de seus pais e de outros irmãos. Ele queria independência: sua própria, bem como para a família tornar-se independente dele -  mais ou menos, cortar o cordão, que realmente nunca havia sido cortado. 

Eu não sei porque ele nunca foi capaz de obter um lugar dele próprio antes disso, exceto que ele estava tão ocupado todo o tempo para verdadeiramente encontrar um lugar. Ele já tinha sido agraciado pela Disney Corporation  com dois condomínios em Orlando, Flórida, porque ele tinha sido parte de seus desenhos animados, mas ele nunca os utilizou.

Também havia outra razão para mudar-se: os animais.

Dizer que Michael amava os animais é um eufenismo. O complexo de Encino , com cerca de 2 acres de terreno, era casa de lhanas, renas, um bebê elefante (um presente de Elizabeth Taylor), uma pitón, macacos, duas girafas, cabras, ovelha, cisnes pretos e brancos e pombos. (Os cisnes viviam em um riacho que corria atrás da casa e em diversas ocasiões eu peguei Michael dançando de rocha em rocha no riacho, tentando novas rotinas de dança.)

Todos estes animais eram atendidos por um protetor de animais profissional pessoal. Entretanto, todo este cuidado e atenção não impediram que a pitón de 21 pés escapasse e encontrasse refúgio temporário na piscina de um dos vizinhos.

O Departamento de Regulação de Animais fazia visitas regulares no complexo dos Jacksons e tornou-se óbvio que alguma coisa teria que mudar.  Michael decidiu que deveria fazer isto e secretamente começou a procurar por uma nova casa onde ele pudesse manter seus animais em paz e tranquilos. Ele tinha completa fé em mim, e confiou-me para localizar o lugar mais seguro para sua nova casa.

Quando Michael Jackson queria algo, ele realmente ia atrás disso, como foi disciplinado desde cedo na vida para permanecer focado em seus objetivos. A procura por Neverland foi como ir a maior caça ao tesouro do mundo e eu estava muito orgulhosa de ser parte disso.

4 comentários:

  1. Sabe que eu acho tão lindo Michael ter vivido com sua mãe até os 27 anos de idade? Visto não estar ainda comprometido com nenhuma garota.

    ResponderExcluir
  2. Coisa rara não é amiga?

    Valoriza ainda mais a alma e o coração do nosso anjo.

    Que pena que não encontrou a alma gêmea para acompanhá-lo na sua missão tão difícil.

    ResponderExcluir
  3. Filho e marido de ouro, raridade no nosso mundo.

    Ganhar a confiança, o coração dele seria tudo.

    ResponderExcluir